Região do Cristo Rei recebe várias intervenções no setor de limpeza pública
CIDADE LIMPA

Região do Cristo Rei recebe várias intervenções no setor de limpeza pública

Vias de acesso para vários bairros estão sendo usados como bolsões de entulho, o que tem impactado a paisagem e o meio ambiente da região

Combater o acúmulo de lixo em locais impróprios e manter a cidade limpa têm sido um desafio para a equipe que atua no serviço de limpeza pública do grande Cristo Rei. Vias de acesso para vários bairros estão sendo usados como bolsões de entulho, impactando a paisagem e o meio ambiente da região.  

Nos bairros Hélio Ponce, Princesa do Sol e nas avenidas Tricolor e as de acesso à comunidade rural do Carrapicho, foram necessárias diversas intervenções no trabalho de coleta de materiais de descarte, a exemplo, de restos de materiais de construções, móveis, roupas usadas, eletrodomésticos e outros objetos que foram depositados na área de forma ilegal.

O coordenador da Administração Regional do Cristo Rei, Aluísio Fernandes Albuquerque de Oliveira, explica que embora o trabalho de limpeza pública seja feito de forma permanente, se não houver a participação efetiva da comunidade para diminuir e combater o acúmulo de focos de lixo no local, acaba sendo um desafio para o poder público manter o serviço. 

“Em três meses de atuação, a equipe de limpeza pública realizou em 35 bairros da região do Cristo Rei, 846 intervenções com o trabalho de varrição de vias públicas, poda de árvores, pintura de meio fio, troca de lâmpadas e coleta de entulhos. Também foram retirados nesta região 90 toneladas de entulhos, o que acaba onerando o serviço da equipe que acaba ficando por um período maior em uma determinada localidade”, explicou o coordenador. 

Aluizio de Oliveira disse também que a secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana vem realizando um importante trabalho de manutenção da limpeza pública em todas as regiões da cidade. “Especificamente, aqui no Cristo Rei, temos uma equipe bastante atuante e que se desdobra para realizar os serviços necessários e manter o bairro sempre limpo. Mas queremos que a população local nos ajude a manter esse serviço em dia e que contribua com a administração municipal denunciando as pessoas que estão praticando o crime ambiental no descarte de lixos e entulhos em locais proibidos”, completou.