Prefeitura de Várzea Grande e Governo do Estado contemplam os trabalhadores do turismo do município com cestas básicas
SOLIDARIEDADE

Prefeitura de Várzea Grande e Governo do Estado contemplam os trabalhadores do turismo do município com cestas básicas

A distribuição é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio do Programa 'Vem Ser Mais Solidário', em parceria com a gestão municipal

As famílias do segmento do turismo de Várzea Grande começaram a receber, nesta segunda-feira (5), kits de alimentação e higiene. A distribuição é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio do Programa “Vem Ser Mais Solidário”, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo de Várzea Grande para reduzir os impactos da pandemia do coronavírus e vai contemplar cerca de 60 guias e condutores do turismo da cidade.

“É motivo de alegria estar contemplando a categoria, pois com a pandemia tivemos que reinventar e inovar, e o governador Mauro Mendes e a primeira-dama, Virgínia Mendes, vêm ajudando os municípios a driblar a crise com  kits alimentação e o auxílio ‘Ser Família’, que ajuda quem mais precisa. A prefeitura está elaborando um pacote de medidas para contemplar o turismo autossustentável com 4 pólos em Várzea Grande. Já inauguramos o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e está em projeção a construção da nova rodoviária da cidade”, pontuou o prefeito.

O prefeito destacou ainda os investimentos na ordem de R$ 100 milhões que serão destinados para o sistema de água e saneamento básico da cidade, com a universalização e o atendimento de 90 a 95% da problemática. “Nos quatros anos de gestão, o projeto de governo é sanar em 100% o problema da água. Várzea Grande está avançando muito em todos setores, como saúde, educação, obras, entre outros,  e segue de portas abertas para receber e atender as demandas do trade turístico e solucioná-las dentro da medida do possível”, pontuou o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico – Sedec/MT, César Miranda, destacou a ocasião como um dia especial, quando todos os profissionais do turismo ali presentes puderam levar uma cesta básica para seus lares.

“Já totalizam cerca de 900 mil cestas básicas distribuídas em todas as cidades de Mato Grosso, além do programa ‘Ser Emergencial’, que contempla 100 mil famílias em situação de vulnerabilidade social. As políticas públicas assistenciais do Estado se preocupam com as pessoas mais fragilizadas economicamente que, por força maior, estão desempregadas. Este trabalho do Estado visa trazer benefícios aos cidadãos. A gestão está formatando diversidades estratégicas para retomada do turismo local e estadual. Uma série de investimentos serão injetados na área turística com obras de qualidade para recepcionar o turista e, consequentemente, com estes investimentos teremos turistas com boas lembranças e recordações do nosso Estado. Até final de 2021, muitas obras serão entregues para fomento e desenvolvimento do setor. A prefeitura e governo estão de braços dados trabalhando em prol do desenvolvimento econômico da cidade”, sublinhou César Miranda.  

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo de Várzea Grande, Ricardo Azevedo, parabenizou a iniciativa da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, para com a classe que representa o turismo de Várzea Grande. “É uma classe muito engajada que contribui expressivamente com turismo de Mato Grosso. Porém, com a pandemia foram privados do desenvolvimento de suas atividades. Com esse programa social da primeira-dama,  podem ter alimento digno na mesa dos trabalhadores. A Prefeitura e o Governo estão empenhados na potencialização do fomento do turismo local”, frisou.

A presidente do Sindicato dos Guias de Turismo de Mato Grosso- Singtur-, Susy Miranda, agradeceu a iniciativa dos gestores praticarem a empatia com a classe, pois foi uns dos segmentos mais afetados com a pandemia. “Estamos na expectativa de outras ações que venham ao encontro dos anseios da categoria, pois o turismo fomenta a economia de todos setores da cidade”.

Vitório Justino da Silva, guia de turismo há 38 anos, disse que com a pandemia suas atividades laborais foram suspensas e a crise financeira é um desafio diário a ser vencido, mas está confiante com a possibilidade de retorno da vida normal das pessoas. “Agradecemos a sensibilização dos governos em ter um olhar diferenciado pela categoria. O turismo local ainda está muito tímido e nunca passamos por uma situação financeira neste formato.  Esse kit é bem-vindo porque precisamos manter a qualidade de vida de nossas famílias. Agradecemos muito e torcemos para que nossa atividade volte o mais breve possível”, disse.

O Programa “Vem Ser Mais Solidário” - Iniciou em meados de abril, a campanha atendeu mais de 1,7 milhão de pessoas em 2020, levando em conta a distribuição de 330 mil cestas básicas. Desse total, cerca de 100 mil cestas foram distribuídas no período natalino. A primeira-dama do Estado de Mato Grosso, Virgínia Mendes, também decidiu que a iniciativa fosse permanente em 2021, ajudando mais famílias em situação de extrema pobreza a terem segurança alimentar.

As cestas básicas entregues continham arroz, feijão, macarrão, óleo, sal, açúcar, café, farinha de trigo, sardinha, extrato de tomate, além de materiais de limpeza e de higiene pessoal.