Kalil confirma cinco folhas de salário que somam R$ 158,5 milhões e aquecem a economia
COMPROMISSO ASSUMIDO

Kalil confirma cinco folhas de salário que somam R$ 158,5 milhões e aquecem a economia

O Município tem o compromisso de quitar, em dezembro, três folhas em menos de 30 dias. Por isso a equipe econômica já está alinhando o cronograma de pagamentos de outubro à dezembro do funcionalismo público

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, confirmou que o Município quitará amanhã, 30, mais uma folha salarial, que novamente será paga aos quase 8 mil servidores, dentro do mês trabalhado. Quase R$ 32 milhões serão injetados na economia local, cifras que derivam do pagamento dos servidores da Administração Direta, do Departamento de Água e Esgoto (DAE/VG) e para os servidores da Previdência de Várzea Grande, tanto os ativos como os inativos que têm suas aposentadorias e pensões resguardadas e cumpridas e confirmou que até o final deste ano serão injetados na economia local R$ 158,5 milhões apenas em salários, sem contar o pagamento de todos os fornecedores.

O Chefe do Executivo Municipal esteve em reunião com secretários da área econômica e mais uma vez determinou o empenho e zelo no controle de gastos, já que o final de ano se aproxima e o Município tem o compromisso de quitar as folhas de setembro, outubro, novembro, dezembro e o 13º salário, sendo três destas folhas em menos de 30 dias. “A equipe econômica já está alinhando o cronograma de pagamentos de outubro a dezembro do nosso funcionalismo, lembrando que existe um calendário anunciado no início do ano e que está sendo rigorosamente cumprido, assegurando tranquilidade e confiança, não apenas aos servidores públicos municipais, mas, sobretudo, otimismo à economia local que conta com o pagamento em dia dessa importante parcela da sociedade várzea-grandense e permitindo que o empresário, os comerciantes também planejem suas aquisições de final deste ano na expectativa de se recuperar dos atropelos impostos pela pandemia da COVID-19”.

Ainda conforme o prefeito, a atual gestão encerrará seu primeiro ano de mandato com 100% dos compromissos financeiros com fornecedores, servidores e encargos, quitados. “Sabemos do período difícil e incerto em relação à economia. O poder de compra das famílias foi reduzido, a inflação segue em ascensão no nosso País e nada mais justo do que manter o pagamento dos salários em dia aos nossos servidores. Quem planejou férias, pequenas reformas em casa, aquisição de itens de maior valor agregado, pode seguir com a meta, pois os pagamentos de salários e do abono do 13º serão quitados”.

Tão importante quanto confirmar o calendário de pagamento dos servidores nessa reta final do ano, é reforçar que esta gestão trabalha focada em ações estruturantes, como por exemplo, sobre a reforma administrativa, frisou Baracat durante a reunião. “Seguimos buscando caminhos e formas legais para recuperar o poder de compra dos nossos servidores e sabemos que isso passa pelo ganho real sobre os salários do funcionalismo, sejam eles efetivos, estáveis, comissionados ou temporários”. “A folha de pagamento necessita de correções de rumo, sem colocar em risco o equilíbrio das finanças e principalmente o respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a PEC Emergencial que socorreu Estados e Municípios em 2020 diante da pandemia da Covid-19 e impede até o final deste ano aumento nos gastos com o funcionalismo público. Estamos engessados, mas estudando formas de melhorar os vencimentos dos nossos colaboradores”, completou o prefeito.

“Estamos trabalhando para nos manter mais próximos da realidade diante do atual quadro que exige cuidados especiais por causa da pandemia da COVID-19, mas em nenhum momento os investimentos deixaram de ser aplicados em todas as áreas além da saúde, pois eles representam uma melhor qualidade de vida para toda a população”, disse o prefeito Kalil Baracat.