Secretaria de Meio Ambiente realiza reunião para implantação do projeto "VG Santo Peixe"
PRIMEIRA EDIÇÃO

Secretaria de Meio Ambiente realiza reunião para implantação do projeto "VG Santo Peixe"

O lançamento do projeto está previsto para o dia 4 de abril

Com o objetivo de garantir peixe a preço acessível, no período da Semana Santa, além de fortalecer e organizar a cadeia produtiva da piscicultura, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Desenvolvimento Rural e Sustentável deu início a elaboração do projeto ‘VG Santo Peixe’, em parceria com as unidades de beneficiamento de pescado registradas junto aos serviços de inspeção municipal e estadual. O  lançamento do projeto está previsto para o dia 4 de abril.

Nesta quinta-feira (17), equipes da secretaria se reuniram com representantes do setor de frigoríficos e de empresas que trabalham com o pescado, para definir as ações, desde a inserção do projeto, quanto ao atendimento à população que queira adquirir o produto.

Como explica o titular da pasta, Célio Santos, o projeto ‘VG Santo Peixe’ é baseado em ações conjuntas de diversas entidades governamentais e não governamentais, piscicultores e unidades de beneficiamento de pescado. “Esta primeira reunião é justamente para apresentar o projeto, ouvir sugestões e buscar soluções para a efetivação desta primeira edição do 'VG Santo Peixe', que será desenvolvido anualmente”.

Célio Santos disse que uma das determinações do prefeito Kalil Baracat é que o projeto 'VG Santo Peixe' alcance toda a população, principalmente, a mais carente. “Queremos que os empresários tenham lucro, mas que possam comercializar o peixe de forma justa e que a população mais carente, possa de fato obter o produto e saborear o peixe nesta data tão importante para os cristãos”.  

O secretário disse ainda que essa ação pretende divulgar as qualidades do pescado de viveiro para a comunidade várzea-grandense, uma vez que a população local ainda mantém a tradição de consumir peixe de rio. “E com essa prática haverá a consolidação do consumo do pescado de viveiro, que atualmente, é vendido a preços mais acessíveis, principalmente, na semana santa, quando aumenta o consumo de peixes”.

Quanto ao valor do pescado, a equipe da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Rural e Sustentável estará fazendo um levantamento de preços comercializados nos mercados e supermercados da cidade, os quais definirão o valor médio a ser praticado no período da Semana Santa, não ultrapassando os índices inflacionários do período de 12 meses.

A secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Rural e Sustentável definiu como ponto de comercialização os seguintes locais: Prefeitura Municipal de Várzea Grande (Tanque do Fancho); Praça do Jardim Glória; Praça Áurea Brás (Cristo Rei); Praça do Parque do Lago; Avenida Mário Andreazza e Avenida Júlio Campos. 

O secretário Adjunto de Desenvolvimento Econômico, Denivaldo, equipes da Vigilância Sanitária,  Associação dos aquicultores de Mato Grosso – AQUAMAT;  Empresários das Indústrias de Beneficiamento de Pescado: Peixes do Cerrado; Dona Fresca; Peixe  Forte; Peixaria do Barriga; Jel Agroindústria e Comércio de Pescado; Rei FISH participaram da reunião. Todos manifestaram apoio e adesão ao projeto 'VG Santo Peixe'.