Entrega dos cartões segue até quarta-feira no Cepac
SER FAMÍLIA EMERGENCIAL

Entrega dos cartões segue até quarta-feira no Cepac

A entrega dos cartões deu início na última sexta-feira (13), para os beneficiários dos nomes com a letra A. Nesta semana, será realizada a entrega dos cartões para todos os beneficiários

Equipes da secretaria de Assistência Social de Várzea estarão fazendo a entrega dos novos cartões do programa Ser Família Emergencial até esta quarta-feira (18), a todas as pessoas cadastradas e que têm direito a esse benefício. A entrega dos cartões deu início na última sexta-feira (13), para aqueles que possuem o nome com a letra A. Nesta semana, será realizada a entrega dos cartões para as famílias cadastradas.

“Aqueles que por força maior não conseguiram retirar o cartão na sede da secretaria de Assistência, podem procurar o Centro Pastoral Padre Aldacir Carniel, até o dia 18 que serão atendidos. O horário de atendimento será das 8h às 17 horas, sem intervalo para almoço”, informou a titular da pasta Ana Cristina Vieira.

A troca dos cartões se deu em função do Governo do Estado de Mato Grosso romper o contrato com a empresa Eovale (Meovale) em seguida, abrir uma nova licitação de forma emergencial, para não prejudicar as famílias que dependem do auxílio. Segundo o Governo, o rompimento ocorreu após o Estado repassar recursos a empresa que não repassou aos beneficiários.

A secretária Ana Cristina disse que Várzea Grande recebeu oito mil cartões do Programa Ser Família Emergencial, e que as famílias beneficiadas com a transferência de renda, irão receber o valor de forma retroativa. “Ao receber o cartão a pessoa já terá disponível o valor de R$ 200,00 que poderão ser utilizados de acordo com a sua necessidade”.

Ela disse ainda que foi necessário elaborar toda uma logística para a distribuição dos cartões e um cuidado especial para fazer chegar aos detentores do direito, os recursos do Ser Família Emergencial, por isso a necessidade de se fazer antecipadamente, a triagem e a confirmação dos dados do beneficiário. "Uma das determinações do prefeito Kalil Baracat e da primeira-dama Kika Dorilêo Baracat é justamente atender aqueles que mais precisam, por isso a secretaria tem feito sempre a atualização cadastral das famílias para que o benefício chegue aqueles que mais necessitam". 

A coordenadora do Programa de Proteção Básica de Várzea Grande, Bernadete Miranda alertou para a necessidade de o beneficiário apresentar os seus documentos pessoais, para o recebimento do cartão. “Esses documentos são exigidos por isso é preciso que o beneficiário certifique toda a documentação antes de se dirigir ao local de entrega dos cartões.

BENEFICIÁRIAS: Amanda Ramos, moradora do Capão Grande, é mãe de três filhos e mesmo sabendo que poderia buscar o cartão nesta semana no Cepac, durante o mutirão, não perdeu tempo e aproveitou para a retirada do cartão na última sexta-feira (13). Ela conta que com a suspensão do cartão teve que contar com a ajuda da família para poder se manter. “Esse recurso financeiro ajuda no reforço da alimentação das crianças e nos ajuda também a manter o básico em casa”.

Ana Paula da Silva, moradora do Parque do Lago também contou com a ajuda da família para manter a alimentação dos filhos. “Neste momento estou desempregada, e esse dinheiro acaba sendo um recurso a mais para a compra de alimentos em casa. Nesses meses em que fiquei sem o benefício me virei com pequenas diárias”.

Já Ana Lúcia da Silva, mãe de 3 filhos, necessitou da ajuda da família e até de vizinhos para se manter, abandonada pelo marido ela precisou tomar para si a responsabilidade de criar e manter os filhos. “Não está sendo fácil manter meus filhos sozinhos, mas mãe não abandona os seus e por isso estou na luta por eles. Esse benefício vai ajudar e muito em casa. Eu só tenho a agradecer”.