Prefeitura inicia a construção de duas novas Estações de Tratamento de Água
SUGESTÃO DE PAUTA

Prefeitura inicia a construção de duas novas Estações de Tratamento de Água

Dia 26 de julho, às 9h, o prefeito Kalil Baracat e o vice-prefeito José Hazama, lançam duas Estações de Tratamento de Água - ETAs. Elas foram contratadas junto ao Governo do Estado no último dia 16 de maio e licitadas nos dias 08 e 14 de junho.

Uma das Estações de Tratamento de Água (ETA) está sendo construída na região do bairro 7 de Maio, com capacidade de produção de 125 litros de água por segundo e 10,8 milhões de litros de água por dia. A previsão para construção é de até 08 meses. Ela terá capacidade para atender ao menos 70 mil pessoas e incrementará o Sistema 1, onde atualmente é abastecido pela ETA localizada na Avenida Ulisses Pompeu, impactando positivamente no abastecimento dos bairros e loteamentos das regiões do Primavera, Vitória Régia, Costa Verde, Capão do Pequi.

A segunda é a ETA Barra do Pari, na região do Chapéu do Sol. Terá capacidade de tratar 250 litros de água por segundo e 21,6 milhões de litros de água por dia. A previsão para construção dela é de até 11 meses. Ela será construída na Passagem da Conceição, ao lado da atual ETA que abastece o Condomínio Florais da Mata e do Loteamento Parque das Águas. Depois de pronta, atenderá 140 mil pessoas.

A ETA Barra do Pari incrementará o chamado Sistema 2, onde atualmente é abastecido pela ETA localizada na Avenida Júlio Campos, impactando positivamente no abastecimento dos bairros e loteamentos das regiões do Petrópolis, Novo Mundo, Jardim dos Estados, Mapim, Glória, Santa Izabel, Paiaguás, São Mateus e São Simão.

Sobre a tecnologia das novas estações elas serão do tipo convencional. Terão como operações unitárias as etapas de coagulação, que é quando é adicionamos o produto químico; a floculação onde ocorre a aglomeração das sujidades; e decantação, que é o processo de separação da sujidade por gravidade, seguido da filtração, desinfecção e fluoretação.

Uma novidade serão os projetos elétricos das ETAs, que foram concebidos para otimização do consumo de energia, sendo elas equipadas com inversores de frequência para acionamento e regulação da vazão de captação. “Um dos principais compromissos que assumi com a população várzea-grandense durante a campanha eleitoral de 2020 foi de resolver o problema do abastecimento de água na cidade. Com essas duas novas Estações, avançaremos para mitigar esse problema em até 90%”, ponderou o prefeito Kalil Baracat.

As duas novas estações, somadas à ETA do Cristo Rei inaugurada em dezembro de 2021, produzirão juntas 60 milhões de água por dia ou 1 bilhão e 800 milhões de litros por mês. Água suficiente para atender cada um dos moradores de Várzea Grande com mais de 120 litros por dia, volume considerado essencial pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para atender as pessoas com água de qualidade.

Valores – Uma será construída com recursos próprios, por meio de financiamento da Caixa Econômica, e outra com recursos do Governo do Estado na ordem de R$ 26 milhões e contrapartida do Município.