Campanha realiza ações de incentivo ao aleitamento materno nas Unidades Básicas de Saúde de Várzea Grande
AGOSTO DOURADO

Campanha realiza ações de incentivo ao aleitamento materno nas Unidades Básicas de Saúde de Várzea Grande

As ações vão desde palestras, rodas de conversas, bem como atendimento médico e orientações com técnicos e enfermeiros.

A Prefeitura de Várzea Grande realiza ações da campanha ‘Agosto Dourado’ nas Unidades Básicas de Saúde do município, destacando sobre a importância do incentivo ao aleitamento materno para o desenvolvimento saudável dos bebês. As ações serão desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Saúde durante todo o mês de agosto.

“Abraçamos a campanha nacional de maneira intensa aqui no município, realizando ações tanto na área urbana como na zona rural. O leite materno é o principal alimento e fonte de vida para um bebê e todas as mães devem ser orientadas nesse sentido, sobre a importância do Aleitamento Materno”, explicou o secretário Municipal de Saúde, Gonçalo de Barros.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam que as crianças devem ser alimentadas exclusivamente com o leite materno até os seis meses de idade. A amamentação deve ser continuada até 2 anos de idade ou mais. “Estamos buscando sensibilizar toda a sociedade para garantir à criança o direito à amamentação, para que as mães sejam incentivadas e tenham as condições adequadas para amamentar seus filhos pelo tempo necessário”, explicou Gonçalo de Barros.

O secretário disse ainda que no Hospital Materno Infantil - Rede Cegonha - todas as mães que ganham seus filhos já são abordadas e orientadas sobre a importância de amamentar o filho, além dos benefícios que traz à mãe. “Segundo os estudos e as informações que serão fornecidas às mães, se referem ao leite materno, que é considerado o melhor alimento para o bebê após seu nascimento. Contendo substâncias como proteínas, carboidratos e gorduras de maneira equilibrada, amamentar garante que o bebê tenha um crescimento e desenvolvimento saudável”, assegurou Gonçalo.

Além disso, são inúmeras as pesquisas que podem constatar os benefícios da amamentação na saúde de cada criança. Desse modo, além de aumentar o laço afetivo com a mãe, amamentar pode reduzir os riscos de a criança desenvolver doenças como a anemia. “Da mesma forma, contribui para que a mãe tenha menores chances de ter cânceres no útero e ovários. São estas informações que serão repassadas às mães neste mês de agosto, em todas as Unidades Básicas de Saúde do nosso município”, apontou o prefeito, Kalil Baracat.

Já para a Responsável  Técnica da Saúde da Criança e do Adolescente, Atenção  Primária, Adriana Mattos, a intenção do ‘Agosto Dourado” é levar ações educativas para todas as regiões da cidade, a fim de promover o crescimento e desenvolvimento sadio das nossas crianças e eliminar o estigma que ainda se cria em torno do ato de amamentar, que o corpo da mulher fica feio e modifica.

“O importante é saber que o leite materno tem tudo o que o bebê precisa até o sexto mês de vida, por isso, estamos sensibilizando as pessoas a não acreditarem em promessas de alimentos que tentam parecer melhores do que o leite materno. Somente em casos específicos a mulher não pode amamentar, mas na dúvida, um profissional de saúde precisa ser consultado. Vamos aproveitar e também sensibilizar sobre a relevância da vacinação infantil para fortalecer todas as ações que levem à redução e prevenção da mortalidade infantil”, comentou Adriana.

Outra informação importante, segundo ainda Adriana, é que o leite materno é o primeiro alimento que o bebê deve consumir, e por conta da riqueza de nutrientes, é considerado a primeira vacina da criança. “Dentro deste mês de agosto, vamos trabalhar para que a sociedade entenda que não existe um substituto para o aleitamento materno. Ele reduz a mortalidade infantil e, consequentemente, traz saúde para os bebês e mães”.