Prefeitura de VG e MTMamma realizam mutirão de exames, na Praça Sarita Baracat, na tarde desta terça-feira (25)
OUTUBRO ROSA

Prefeitura de VG e MTMamma realizam mutirão de exames, na Praça Sarita Baracat, na tarde desta terça-feira (25)

Mulheres entre 25 e 64 anos poderão fazer coleta de CCO e aqueles entre 50 e 69 anos serão encaminhadas para mamografia.

Dando continuidade às atividades do Outubro Rosa, mês de conscientização sobre o câncer de mama e câncer de colo do útero, a Prefeitura de Várzea Grande, por meio do Gabinete de Apoio às Ações Transformadoras (GAAT) e das Secretarias de Saúde e Assistência Social, em parceria com o MTMamma, realiza a partir das 14h desta terça-feira (25), na Praça Sarita Baracat, um mutirão de atendimentos às mulheres, visando a prevenção e diagnóstico precoce. A primeira-dama e coordenadora do GAAT, promotora de Justiça Kika Dorilêo Baracat, e a presidente do MT Mamma, Josy Faire Carvalho, estarão presentes na ação.

Uma grande tenda estará montada para receber as várzea-grandenses que passarem pelo local. Os profissionais da Saúde oferecerão aferição de pressão, testes rápidos de glicemia, Hepatite B e C e sífilis. Na Casa de Artes e Cultura de Várzea Grande, que fica ao lado da Praça Sarita Baracat, será feita coleta de CCO para mulheres entre 25 e 64 anos de idade. Apesar desse recorte de idade, toda mulher com vida sexual ativa pode fazer o exame anualmente. Também serão feitos encaminhamentos para exame de mamografia para mulheres entre 50 e 69 anos.

A Secretaria Municipal de Saúde destaca que, de acordo com cada caso, as pacientes serão encaminhadas para as unidades de saúde do Município, como o Postão, nos casos que demandarem avaliação com mastologista. Além dos serviços de saúde, a banda municipal estará animando o local e as equipes do GAAT, da Secretaria de Assistência Social e do MTMamma estarão distribuindo flores e materiais educativos para a população, no sentido de chamar a atenção para a necessidade do autocuidado e da prevenção, uma vez que, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), um em cada três casos de câncer de mama pode ser curado se for descoberto logo no início.

Câncer de mama

O câncer de mama é o tipo que mais acomete mulheres no mundo todo, representando quase 25% de todos os tipos de neoplasias diagnosticadas entre pacientes do sexo feminino. De acordo com o INCA, para o Brasil, foram estimados 66.280 casos novos de câncer de mama em 2021, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres. A doença também é a principal causa de morte por câncer entre as mulheres no Brasil.

Os principais sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

Ainda conforme o INCA, diversos fatores são relacionados ao câncer de mama e o risco de desenvolver a doença aumenta para mulheres acima de 50 anos. Por isso, aquelas que tem entre 50 e 69 anos, devem fazer a mamografia a cada dois anos. Dentre as formas de prevenção à doença estão a prática regular de exercícios físicos, evitar consumo de bebida alcoólica e o sobrepeso, após a menopausa. Importante destacar que os fatores comportamentais devem ser priorizados pelas mulheres, uma vez que apenas 5% a 10% dos casos estão relacionados a causas hereditárias ou genéticas, segundo o Instituto Nacional do Câncer.