Mais de 100 mulheres são beneficiadas em mutirão do Outubro Rosa realizado na Praça Sarita Baracat
EM PROL DELAS

Mais de 100 mulheres são beneficiadas em mutirão do Outubro Rosa realizado na Praça Sarita Baracat

Ação é resultado da parceria entre GAAT, MTMamma e Secretarias de Saúde e Assistência Social

O Outubro Rosa, mês de conscientização sobre o câncer de mama e câncer de colo do útero, tomou conta da Praça Sarita Baracat, no Centro de Várzea Grande, na tarde de terça-feira (25). Em uma parceria da Prefeitura de Várzea Grande – por meio do Gabinete de Apoio às Ações Transformadoras (GAAT) e Secretarias Municipais de Saúde e Assistência Social – com o MTMamma, foram levados serviços que beneficiaram cerca de 100 mulheres que passaram pelo local.

Ao todo, foram realizados 241 procedimentos, como coletas de CCO, testes rápidos de Hepatites B e C e sífilis, aferições de pressão e glicemia e encaminhamentos para mamografia. Além disso, foram feitas orientações de saúde e distribuição de materiais educativos, explicando sobre a importância do autoexame e da prevenção. Quando diagnosticado logo no início, o câncer de mama tem cerca de 95% de chances de cura.

Uma das atendidas foi Expedita Benício, 69, que estava fazendo compras no centro da cidade, viu o movimento na praça e resolveu aproveitar a oportunidade. “Eu vim atrás da mamografia e consegui o encaminhamento. Também fiz a coleta de CCO. Todo ano, quando dá, eu faço. Eu tenho medo dessa doença. Já tive parentes que tiveram câncer”, disse, aproveitando para elogiar a iniciativa. “O atendimento foi muito bom!”.

Matilde Souza, 53 anos, moradora do bairro Jardim Glória, conta que ficou sabendo do evento pela irmã e resolveu ir em busca de um encaminhamento para fazer mamografia. “Eu tive um nódulo que eu já tirei e melhorei, mas tem que estar sempre fazendo novos exames”.

Para Maria Aparecida Francisco Ferreira, moradora do Parque do Lago, a importância da campanha está na conscientização das mulheres. “Conheço a campanha e faço sempre os exames. Eu acho fundamental porque muitas pessoas não têm acesso à informação”, comenta.

Após ver a divulgação nas redes sociais, Ana Paula Queiroz, 20 anos, moradora do Nova Esperança, convidou várias amigas e, juntas, foram cuidar da saúde. Ela fez os testes rápidos e a coleta de CCO no mutirão. “Quando a gente descobre rápido, há mais facilidade de tratamento. É bom fazer os exames, a gente se tratar e esse movimento está ajudando nisso porque eu já estava há algum tempo tentando”, afirma.

A primeira-dama e coordenadora do GAAT, promotora de Justiça Kika Dorilêo Baracat, destaca que o Outubro Rosa é o momento do ano para intensificar a disseminação de informações que ajudem a mulher a se prevenir e ressalta a importância de firmar parcerias com esse intuito. “Desde o ano passado, nós iniciamos uma parceria muito proveitosa com o MTMamma, que é uma instituição que goza de muita credibilidade, que trabalha como nenhuma outra nessa área de assistência à mulher paciente com câncer de mama. Não tinha como nós não abraçarmos essa causa e firmamos essa parceria, somando esforços para levar informação à mulher várzea-grandense”.

Josy Carvalho, presidente do MTMamma, elogiou a iniciativa da primeira-dama em facilitar o acesso à saúde às mulheres, levando toda a estrutura para o centro da cidade. “É maravilhoso! Uma conquista gigantesca que nós temos visto, principalmente depois de dois anos de pandemia, quando as pessoas tiveram acesso a exames, ao médico. Ficamos dois anos muito parados, então, hoje a população precisa desse apoio e é importantíssimo! Ela está de parabéns por abrir esse espaço, dar esse apoio e chamar a comunidade”, declarou.

O secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, reforçou que ao longo de todo o ano, as ações voltadas para o tratamento do câncer são oferecidas nas unidades de saúde do município, mas que o Outubro Rosa é o momento de fazer novas atividades. “Essa ação simboliza a descentralização e a oportunidade para que todas as mulheres tenham acesso à essa importante ação. É uma situação de saúde pública, que precisamos dar toda a atenção e mobilizamos toda a estrutura da Prefeitura”, enfatiza.