Secretaria de Meio Ambiente distribui 50 mudas de árvores frutíferas para alunos da EMEB Lenine de Campos Póvoas
VG+VERDE

Secretaria de Meio Ambiente distribui 50 mudas de árvores frutíferas para alunos da EMEB Lenine de Campos Póvoas

Trabalho integra atuações para arborização da cidade e educação ambiental nas unidades educacionais

Pouco mais de um mês após o prefeito Kalil Baracat participar do plantio de mil mudas de árvores frutíferas e nativas na Avenida Principal do Distrito Industrial e arredores, numa ação do projeto “Várzea Grande Mais Verde”, a Prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável (SEMMADRS), volta ao bairro, desta vez na Escola Municipal de Ensino Básico (EMEB) Lenine de Campos Póvoas, onde entregou 50 mudas de árvores frutíferas para alunos do 4º ao 9º ano.

Todas as plantas são oriundas do viveiro municipal, que fica no Parque Bernardo Berneck e já produziu mais de 10 mil mudas. Foram entregues árvores de ata, manga, jenipapo, acerola, caju e goiaba.

A ação ocorreu na última quinta-feira (01), com a presença do secretário Célio dos Santos e servidores da SEMMADRS e da vereadora Rosy Prado. “Por orientação do prefeito Kalil Baracat, a Secretaria vem desenvolvendo um trabalho de arborização da cidade. E a vereadora tem dado total apoio. Estamos nos valendo de uma parceria com a Secretaria de Educação e com as escolas no sentido de disponibilizar mudas para que as escolas façam um trabalho com os alunos, que deverão plantá-las e fazer o acompanhamento do desenvolvimento dessas plantas, de forma multidisciplinar, que possibilite a educação ambiental e a arborização da cidade”, explica o secretário.

Autora do projeto “Sementes do Bem”, que se transformou na Lei municipal nº 4.850/2021, que fomenta a doação de contribuições financeiras ao Conselho Municipal de Meio Ambiente e também de mudas de plantas por qualquer cidadão para o Executivo municipal, a vereadora Rosy Prado elogiou a atuação da Prefeitura. “É um trabalho fantástico, do qual eu sou parceira porque o meio ambiente é vida. Se você cuida do meio ambiente, você vai ter uma cidade e um futuro melhor. E quando a gente fez esse projeto, que foi de imediato sancionado pelo prefeito, a gente também resgatou a questão do Fundo Municipal do Meio Ambiente e o secretário está dando total efetividade a essa lei”, pontua.

Aprendizado na prática

De acordo com a coordenadora da EMEB Lenine de Campos Póvoas, Edenize Maria Silva, a educação ambiental já é trabalhada de forma multidisciplinar na unidade, tanto que uma das alunas foi vencedora no concurso de redação sobre combate às queimadas, promovido recentemente pelas Secretarias de Educação e de Meio Ambiente, em parceria com o Corpo de Bombeiros. “Esse projeto vai trabalhar de forma interdisciplinar e vem contribuir muito com o processo de ensino-aprendizagem dos nossos alunos, contribui muito para o desenvolvimento da criança. Ela vai plantar, vai cuidar e vai saber o objetivo e o que vai trazer para a vida dela”, afirma.

A aluna do 5º ano, Ana Júlia dos Anjos, 11 anos, se mostrou animada ao receber uma muda de mangabeira. “Eu fiquei muito feliz porque vou poder plantar a mudinha e vou poder colher mais pra frente. Meu avô tem plantinhas e eu cuido também. É importante preservar porque assim a gente cuida do nosso mundo”.