EM DOIS ANOS E MEIO DE FUNCIONAMENTO, A MATERNIDADE TESTEMUNHOU O NASCIMENTO DE 3,6 MIL CRIANÇAS E REALIZOU MAIS DE 1 MIL PROCEDIMENTOS ELETIVOS


Uma das principais ações de Saúde Pública realizada pela Administração Kalil Baracat, a implantação da Maternidade Municipal Dr. Francisco Lustosa de Figueiredo, se tornou desde 2021, referência em saúde da mulher e da criança e nada melhor para comemorar o Natal que é nascimento de Jesus Cristo, para anunciar que já foram em 2 anos de efetivo funcionamento, mais de 3,6 mil novas crianças genuinamente várzea-grandenses.

O funcionamento da unidade vai além do nascimento e promove ainda a cidadania, pois as crianças saem da unidade registradas com a Certidão de Nascimento.

Também pelo segundo ano consecutivo a primeira-dama e promotora de Justiça, Kika Dorilêo Baracat que tem um olhar mais apurado para este momento já que convive no Ministério Público com todas as realidades da população, tem realizado próximo ao Natal, visitas surpresas para as mães, crianças e familiares com presentes e lembranças que simbolizam o momento mais sublime da vida humana que é o nascimento.

Numa manhã repleta de emoção e compromisso, a primeira-dama de Várzea Grande e promotora de Justiça, Kika Dorilêo Baracat, visitou a Maternidade Dr. Francisco Lustosa de Figueiredo. O gesto delicado teve como objetivo presentear as mães com panetones, presentes especiais e kits de maternidade confeccionados pelo Ateliê de Costura da Casa de Sarita, reforçando o compromisso da gestão do Prefeito Kalil Baracat com a saúde e o nascimento de novos várzea-grandenses.

A visita, que contou com a calorosa presença do Papai Noel e músicos talentosos da banda municipal, transformou a maternidade num cenário encantado. As mães presentes não conseguiram conter a emoção diante da generosidade e carinho dispensados por Kika Baracat.

"É uma honra poder estar aqui e compartilhar um pouco de alegria com essas mães incríveis neste momento tão especial. O prefeito Kalil Baracat e eu temos um compromisso profundo com a saúde e bem-estar de cada várzea-grandense, especialmente das mães e dos recém-nascidos. Este é um gesto simples, mas repleto de significado e carinho para todas as famílias que estão celebrando a chegada de um novo membro," disse a primeira-dama.

A atmosfera festiva foi ainda mais enriquecida pela presença do Papai Noel e dos músicos que, com violões e flautas doces, proporcionaram um ambiente de celebração e esperança. As mães, em diferentes estágios da jornada da maternidade, foram unidas pela emoção e pela gratidão.

Kalil Baracat lembrou que a Maternidade Municipal funciona no Hospital São Lucas, unidade de saúde na qual ele nasceu, portanto, tem um significado fundamental o funcionamento da maternidade, pois durante anos as pessoas tinham que nascer em Cuiabá por falta de estrutura condizente com a realidade de uma cidade de mais de 300 mil habitantes.

“Que o Natal novamente seja um momento mágico de luz para essas crianças que nasceram na Maternidade Municipal e mais do que isto que o Ano Novo seja também motivo de esperança, de novos dias, novas conquistas e principalmente de dias melhores para todos, para Várzea Grande, para Mato Grosso e para o Brasil. 

Segundo a diretora da maternidade, a médica Gabriela Zandonaide, o cenário interno reflete a dedicação e importância da unidade para a comunidade. Atualmente, a maternidade está com sua capacidade máxima, abrigando 30 mulheres, incluindo aquelas que passaram por cirurgias eletivas e as demais gestantes.

A médica destacou: "Em dois anos e meio de funcionamento, a maternidade testemunhou o nascimento de 3.600 crianças. Além disso, realizamos mais de mil procedimentos eletivos, como coletagens, laqueaduras, entre outros. Isso evidencia o papel vital que desempenhamos na promoção da saúde materna e no cuidado dedicado às mulheres de Várzea Grande", pontuou.

A visita de Kika Baracat não apenas presenteou as mães, mas também ressaltou o comprometimento da gestão municipal com a saúde e o acolhimento de cada família. Diante do contexto desafiador, a iniciativa simboliza um raio de esperança e a certeza de que, mesmo em tempos difíceis, a solidariedade e o cuidado mútuo são luzes que iluminam o caminho.

“Que cada panetone entregue e cada abraço compartilhado sirvam como um lembrete tangível do compromisso de Várzea Grande com o amor, a solidariedade e a construção de um futuro mais brilhante para todos os habitantes”, completou a primeira-dama.