Tribunal de Justiça debate seu Planejamento Estratégico em Várzea Grande


Tribunal de Justiça debate seu Planejamento Estratégico em Várzea Grande


31/05/2019    326

Várzea Grande vai sediar pela primeira vez, Audiência Pública para discutir a elaboração do Planejamento Estratégico do Poder Judiciário 2021 – 2026 como município do Polo da Baixada Cuiabá.

Em nome do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, o juiz Eduardo Calmon de Almeida Cezar, diretor do Fórum de Várzea Grande, formalizou o convite para a participação da prefeita Lucimar Sacre de Campos e do seu staff.

“O Poder Judiciário quer a participação de todos os Poderes Constituídos e da sociedade para que todos saibam da importância da Justiça como elo moderador e como protagonista de ações sociais, pois fazer justiça também é atender o social a partir do momento em que somos acionados para socorrer os cidadãos”, disse o juiz Eduardo Calmon.

O magistrado lembrou que a Audiência Pública, a única a ser realizada na Baixada Cuiabana, irá também coletar sugestões, críticas e propostas de melhorias na prestação jurisdicional em relação as ações voltadas à adoção, outra das políticas sociais de maior amplitude do Poder Judiciário de Mato Grosso.

“Acredito que muitos dos problemas enfrentados pela sociedade são decorrentes do fato de não existir a participação de forma efetiva dos próprios interessados. Se é para o bem da coletividade e do interesse da cidade que administro, sempre terá meu apoio e participação, pois todos os eventos tem importância, dependendo da ótica que vamos adotar em cima dos assuntos”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos lembrando que o Poder Judiciário é parceiro de Várzea Grande e que o mesmo está sendo responsável por muitas vitórias conquistadas em prol do povo e da cidade.

Os eixos da audiência pública serão:

Acesso ao Sistema de Justiça: conceituando a acessibilidade; execução das decisões; transparência e cidadania;

Eficiência Operacional: Agilidade nos trâmites judiciais e administrativos (Tecnologia da Informação; Processo Judicial Eletrônico; Alocação de Pessoas; Otimização das Rotinas) e a Busca de Excelência na Gestão de Custos Operacionais com foco na economicidade;

Gestão de Pessoas: Quadro Ideal de Servidores; Quadro Ideal de Magistrados; Limitações da Lei de Responsabilidade Fiscal; Capacitação e Treinamento e Motivação;

Infraestrutura e Tecnologia: Adequação Predial; Equipamentos de Informática; Manutenção de Sistemas; Novas Tecnologias/Inovações;

Segundo Eduardo Calmon, a audiência pública é aberta e os participantes dependerão de inscrição prévia. “É fundamental e vontade da Mesa Diretora do Tribunal de Justiça, presidida pelo desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha com a participação da vice-presidente, Maria Helena Póvoas e do Corregedor Geral, Luiz Ferreira da Silva que a população participe mais das ações do Judiciário, conheça mais e reconheça os esforços empreendidos na construção de uma Justiça mais igualitária e acessível a todos, por isso a participação é tão imprescindível”, frisou o Diretor do Fórum de Várzea Grande.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos sinalizou que todo esforço do Poder Público para se construir uma cidade melhor e com uma população mais próspera é importante e faz parte da missão de sua gestão. “Estamos abertos a parceria e em busca de solução, pois nosso único interesse é atender a população e construir a Várzea Grande que todos nós queremos”, disse.

O evento acontece no dia 11 de junho no Tribunal do Júri do Fórum de Várzea Grande a partir das 9 horas da manhã.

 

Por: Da Redação - Secom/VG